A VOLTA AO PASSADO E A BELEZA NATURAL DESSE LUGAR, É INCRÍVEL. VEJA O QUE FAZER EM PARATY.

Por morar em São Paulo e ter decidido em cima da hora, eu e minha namorada resolvemos pegar o carro e passar um final de semana em Paraty – RJ.

Já sabíamos que era uma linda cidade colonial que nasceu no ciclo da cana-de-açúcar e enriqueceu no ciclo do ouro, além de toda a beleza natural que existia por lá. Então, coisa boa e muita história a gente sabia que encontraria.

Saímos de São Paulo numa quinta-feira à noite. Como não gostamos muito de dirigir no escuro, optamos por dormir em Guaratinguetá, que fica na região do Vale do Paraíba e a umas duas horas, mais ou menos, de Paraty. Acordamos bem cedo e às oito da manhã já estávamos na estrada – muito linda, por sinal -, porém, bastante estreita e emburacada, além de alguns lugares que não são asfaltados, o que a torna um pouco perigosa.

Como chegamos muito cedo e o nosso check-in no hotel era a partir das duas da tarde, fomos direto para a região do cais, de onde partem as escunas ou lanchas para o passeio nas ilhas que cercam a cidade. Demos MUITA sorte em encontrar uma vaga para parar o carro. Aproveitamos e tomamos um café da manhã em uma lanchonete localizada na Praça da Bandeira, que fica em frente ao cais, e consultar os preços e horários dos passeios, que saem entre onze da manhã e meio dia, na sua maioria.

Centro Histórico de Paraty
Cais de onde saem os passeios

Fechamos o passeio com uma agência chamada “Ilha Rasa Turismo”, que nos ofereceu duas opções. Mas existem várias agências espalhadas pela cidade. No final, optamos pelo passeio que dava direito a visitar uma ilha e uma praia. Pagamos cerca de R$ 70,00, com frutas inclusas. Almoço, petiscos e bebidas são à parte. Os preços giram em torno de R$ 60,00 a R$ 70,00, dependendo do roteiro, mas há passeios de R$ 150,00. As agências aceitam pagamento com cartão de crédito, mas a taxa de embarque deve ser paga em dinheiro.

Os lugares em que a escuna parou eram muito bonitos. A primeira parada foi na Praia Vermelha, que está entre as mais visitadas nos passeios. Possui um visual maravilhoso e é ideal para quem deseja contato total com a natureza e não abre mão de conforto. Excelente para passar o dia, pois o local oferece alguns bares com cadeiras e mesas à beira-mar. A segunda parada foi na Ilha Rasa,que pertence ao conjunto de ilhas que integra a área de proteção Ambiental (APA) de Cairuçu. Possui uma praia com águas cristalinas, rica fauna e flora marinha, além de vista para a cidade de Paraty. Vale ressaltar, também, que o almoço feito na ilha é maravilhoso. Comi o strogonoff e super recomendo.

Praia Vermelha – Paraty
Ilha Rasa
No Barco

Chegamos à noite do passeio e fomos para a pousada, “Pousada aqui é para ti“, localizada em local calmo, rodeado de verde e não muito longe do Centro Histórico. O gerente, Vitor, foi muito legal e atencioso, o que permitiu que negociássemos um preço bem acessível em um quarto ótimo (tinha muitas opções), com café da manhã incluso.

Após um banho e um descanso na pousada, resolvemos dar uma volta à noite para vermos o que tinha de bom para fazer em Paraty. Até que paramos em um bar chamado Sarau (recomendo muito!), que fica no Centro Histórico. Lugar rústico e relaxado com música ao vivo, petiscos e pratos regionais, além de cervejas geladas e coquetéis.

Noite em Paraty

No dia seguinte, o Vitor, gerente do hotel, nos indicou um passeio de Jeep, que pode incluir de uma a três cachoeiras e um alambique. Pagamos R$ 60,00, cada um, por um que incluía duas cachoeira e um alambique. Nos buscaram na porta da pousada.

Passeio de Jeep
Passeio de Jeep

Primeiro, fomos à Cachoeira Pedra Branca, que que é uma das mais tranquilas e belas da região e faz parte da rota comum de passeios de jeep. Localizada em área particular, próxima à estrada Paraty-Cunha, tem um valor simbólico de R$ 5,00 para visitação. Após uma trilha de 10 minutos, chegamos à cachoeira, que tem ótimos pontos para mergulho e permite o banho nas quedas d’água, com uma ótima hidromassagem natural. Para quem quer se aventurar, tem a opção de subir o paredão de pedra e aproveitar os poços acima.

Cachoeira Pedra Branca
Cachoeira Pedra Branca

Na sequência, fomos ao Alambique Paratyano, um dos melhores e mais conhecidos alambiques de Paraty. Pagamos cerca de R$ 10,00 no tour, onde conhecemos todo o processo da fabricação da cachaça. O atendimento é especial e as bebidas (cachaças e licores) são espetaculares. Os tipos de cachaça são de qualidade, dá até para levar de presente para familiares e amigos. O local é bem estruturado e ainda tem uma cachoeira que beira o alambique.

Cachaçaria Paratyana
Cachaçaria

Para o almoço, escolhemos o restaurante Sacho Pancha (na ida do passeio, o motorista deu algumas opções de horário. Lá você já decide o local e qual prato vai querer, para não perder tempo depois esperando). Local rústico, bastante agradável, comida boa e caseira, com opções de Costela no bafo (especialidade), pescados e massas.

Para finalizar, fomos na Cachoeira do Tobogã, que tem esse nome devido aos moradores da região que se preparam, em fila, para descer em alta velocidade. A cena está entre as mais divertidas para os turistas que visitam Paraty. Quem vai, não pode deixar de participar!

Cachoeira do Tobogã
Cachoeira

À noite, tentamos ir na Pizzaria Marguerita, pois foi recomendada por pessoas que já foram e falaram muito bem. Mas, como chegamos tarde e estava com fila de espera, resolvemos ir em outra pizzaria na rua de trás, chamada Gina Restaurante, e gostamos muito!

No último dia, resolvemos conhecer Trindade, que fica em torno de 20 minutos de distância de Paraty. Como tínhamos apenas a parte da manhã, saímos bem cedo da pousada e ficamos em um quiosque na Praia dos Ranchos, uma praia muito bonita, que vale a pena dar ao menos uma passada antes de ir embora. No horário do almoço, já estávamos na estrada rumo a São Paulo e conseguimos chegar ainda cedo em casa.

No horário do almoço, já estávamos na estrada rumo a São Paulo e conseguimos chegar ainda cedo em casa.

Trindade
Nós
Trindade

Fomos embora no horário do almoço, e conseguimos chegar ainda cedo no Domingo em São Paulo! =)

É isso ai pessoal, espero que tenha gostado do post e não se esqueça de acompanhar as minhas viagens pelo instagram @rodsnaideia e dar um like na minha página no facebook. Valeu e continue se ligando na ideia!

Leia também:

Pin It on Pinterest

Share This