O Kauai é conhecido como a Ilha Jardim por causa das inúmeras atividades ao ar livre, de trilhas à passeios de barco, passando por passeios de helicóptero e praias. Ou seja, são tantas coisas para fazer que é fácil se perder nas opções!

Passamos quatro dias na ilha e não chegamos nem perto de fazer tudo que queríamos. Devido ao tempo, optamos pelo o que era mais interessante para nós, além de explorarmos as suas regiões principais para “sentir” o ar desse lugar incrível.

Para que você decida o que acha mais interessante, iremos citar os lugares que visitamos e as principais atrações de acordo com cada região. Vale reforçar que mesmo a ilha sendo pequena, seria necessário algumas semanas para realmente ver TUDO que há por lá, mas é possível, em apenas quatro dias, conhecê-la de ponta a ponta.

INDICE:

  • COSTA SUDESTE
  • COSTA LESTE
  • COSTA NORTE
  • COSTA SUL
  • COSTA OESTE
Kauai

COSTA SUDESTE

Lihue: é o centro cívico e comercial da ilha, onde fica localizado o aeroporto, além de ser sua maior cidade. Aqui você encontrará restaurantes, hotéis e centros comerciais. O maior shopping do Kauai, o Kukui Grove Center, também fica localizado aqui. Vale um passeio para ter uma visão geral da cidade e até tirar uma foto no cinema antigo, com um letreiro bem legal.

Lihue

Atrações na região:

  • Kauai Museum: um museu que homenageia os povos indígenas e imigrantes de Kauai e Niihau e sua herança cultural. Conta com um trabalho em cooperação ativa com essas comunidades para a manutenção das suas perspectivas culturais no mundo contemporâneo. Veja o trabalho de artesãos locais e aprenda sobre a cultura e a história do Hawaii. funciona de segunda à sábado, das 9:00 às 16:00.
  • Kilohana: um marco histórico e um dos melhores exemplos da arquitetura da era das plantações no Hawaii. Abriu suas portas ao público na década de 80 e, desde então, cresceu e passou a contar com restaurantes como Gaylord´s, o Luau Kalamaku, lojas como a Koloa Rum Co e uma estrada de ferro, que oferece um delicioso passeio de trem pela propriedade.
  • Grove Farm Sugar Plantation Museum: A cana-de-açúcar foi a principal indústria agrícola do Kauai por mais de 150 anos, e a Grove Farm oferece uma experiência autêntica da herança da cana de açúcar do Kauai. Essa é uma propriedade preservada que inclui a casa principal da plantação, a casa do proprietário, a casa de hóspedes, o antigo escritório e o acampamento de outros residentes e trabalhadores das plantações.  é necessário fazer reservas antecipadas para as visitas guiadas aos edifícios, jardins e terrenos do museu Grove Farm. 
  • Kipu Ranch Adventure: um rancho de gado de 3.000 acres localizado na histórica área de Kipu. A única maneira de explorá-lo é por meio de passeios guiados, já que a terra não possui estradas de acesso público. Oferecem vários tours, como os de quadriciclo. Varios filmes foram rodados lá, incluindo Jurassic Park, Indiana Jones: Os Caçadores da Arca Perdida e Os Descendentes.
Creditos: Kipu Ranch
  • Kauai Backcountry Adventures: oferece visitas guiadas pelos antigos canais de cana de açúcar, florestas tropicais e túneis das montanhas. Conta com passeios de bóia-cross e tirolesa, perfeitos para conhecer mais dos 17 mil acres de terras de plantação.
  • Nukoli´i Beach Park: também chamada de Kauai Beach, é um trecho de 3 km de praia de areia branca. Faz fronteira com o Lydgate Beach Park, e fica em frente ao Wailua Golf Course e ao Kauai Beach Resort.
  • Lydgate Beach Park: umas das praias mais famosas na costa leste do Kauai. Conta com salva-vidas, instalações completas e áreas para piquenique. Já foi usada como cenário para alguns filmes antigos, como Diamond Head e Blue Hawaii.
Lydgate Beach Park
  • Hikinaakala Heiau: você encontra este heiau, ou templo, no extremo norte do Lydgate Beach Park. É um dos mais antigos, com evidências que indicam ter sido construído por volta de 800 dC. 
  • Ninini Point Lighthouse: esse é um farol construído em 1906 e automatizado em 1953, apesar do seu interior estar fechado ao publico, esse é um bom lugar para quem quer vistas de 180 graus para a baia de Nawiliwili.
  • Kalapaki Beach: localizada perto do porto de Nawiliwli, é perfeita para o nado e esportes aquáticos, com praia de areia branca e coqueiros. Para comer, vale visitar o famoso restaurante Duke’s, que fica localizado ao lado.
  • Menehune (Alekoko) Fishpond Overlook: uma breve parada cênica para ver a linda vista do Vale do Hule’ia e do rio que corta a região. Construído há quase mil anos, está no Registro Nacional de Lugares Históricos desde 1973.
Menehune Fishpond Overlook
Menehune Fishpond Overlook
  • Para quem curte cervejas artesanais a Kauai Beer Co fica em Lihue! É uma cervejaria fantástica de vibe local, com uma variedade de cervejas e petiscos.
  • Passeios de Helicoptero: Como ja falamos nos posts anteriores, de Lihue saem a maior parte dos passeios de helicóptero da ilha, e esse passeio é imperdível e você não pode perder, com vistas incríveis da costa toda.
Napali Coast
Manawaiopuna Falls (Jurassic Falls)
Manawaiopuna Falls (Jurassic Falls)
Passeio de helicóptero
Waimea Canyon
Kauai
Passeio de helicóptero

COSTA LESTE

Wailua: vila ao longo do lado leste do Kauai. É marcada pelo rio Wailua, e muito movimentada devido aos passeios no rio. Lá fica a Wailua Heritage Trail, que conta com uma série de vários pontos de interesse significativos na ilha, como:

Wailua Beach: que nos tempos antigos serviu como porta principal de entrada para a ilha do Kauai.

Wailua Beach

Mount Waialeale: essa é uma montanha localizada na costa leste, e o seu pico, Kawaikini, é considerado o ponto mais alto da ilha, além de ser também um dos pontos mais úmidos do mundo, com uma média anual de 400 a 600 polegadas de chuva.

Sleeping Giant (Nounou Mountain): localizada na Nounou Forest Reserve. Recebeu esse nome porque se assemelha a uma figura humana reclinada e por causa de uma lenda nativa do Hawaii sobre um gigante que, depois de muito trabalhar e comer, parou para descansar e ainda não acordou. A reserva possui três rotas de trilhas diferentes que levam ao cume da montanha, com quase 378 metros de altura e que oferece uma vista 360​​° dos arredores.

Vista da trilha Sleeping Giant

Holoholoku and the Royal Birthing Stones: considerado um dos locais mais sagrados do Hawaii, era um local reservado para os partos da realeza, o rei Kaumualiʻi foi o último chefe a nascer no local.

Wailua River State Park: o parque é casa do rio Wailua, o único rio navegável no Hawaii. Turistas podem fazer passeios de barco para ver a floresta tropical e visitar suas duas cachoeiras. Os visitantes também podem ver o Wailua Complex of Heiau, um marco histórico nacional, que já foi o centro do poder principal do antigo Hawai e abriga as ruínas de várias estruturas importantes, como locais de culto (heiau) e de refúgio (puʻuhonua).

O que visitar no Wailua River State Park de carro:

  • Wailua Falls: belíssima cachoeira dupla, conhecida por aparecer na abertura da antiga série “A ilha da Fantasia”. É um cartão postal local! É possível chegar até ela por meio de trilhas, mas o mais recomendado é vê-la pelo alto do mirante, facilmente acessado de carro para uma visita rápida, porém deslumbrante.
Wailua Falls
  • Wailua River State Park Lookout: mais uma parada rápida, mas que oferece uma bela vista do Rio Wailua. Próximo de lá fica o Poliahu Heaiau, um local de antigos cultos e uma das estruturas mais celebres do Kauai.
Wailua River State Park Lookout
  • Opaeka´a Falls Lookout: é visível a partir de um mirante e uma das cachoeiras mais fáceis de ver na ilha. Infelizmente, a trilha de acesso à ela foi fechada anos atrás por razões de segurança, por isso, atualmente só é possível admirá-la do mirante.
Opaeka´a Falls Lookout
Estacionamento da Opaeka´a Falls Lookout
  • Kamokila Hawaiian Village: é uma vila havaiana recriada e construída no local em que o último rei do Kauai, Kaumualii, frequentemente visitava. Conta com muitas estruturas antigas, todas reconstruídas usando métodos tradicionais. Por lá, existem muitas plantas nativas e introduzidas, como goiaba e hibisco. Aberto das 9:00 às 17:00, diariamente. A entrada custa US $ 5 para adultos e US $ 3 para crianças,  também oferecem passeios de canoa no rio até as Secret Falls, Fern Grotto, entre outros passeios.

O que visitar no Wailua River State Park via barco/caiaque:

  • Fern Grotto: para chegar a esse ponto, é necessário um passeio pelo Wailua River, o tour de barco oferece paisagens lindas e inclui uma passagem pela Fern Grotto, uma gruta de rocha de lava, coberta de samambaias – um ponto considerado um dos mais românticos de Kauai. E o melhor é que durante todo esse tour, você ouvirá músicas e histórias antigas do Hawaii. Várias empresas de barco fazem passeios pelo rio, mas uma das agências mais famosas é a Smiths.
Fern Grotto
  • Uluwehi Falls: também conhecida como Secret Falls. Para visitar essas cachoeiras é necessário reservar um tour, geralmente eles incluem um passeio de caiaque até o rio, seguido de uma caminhada pela floresta tropical ao longo do fundo do vale do rio. Um tour famoso é o Secret Falls Kayak & Hike

Kapaa: uma pitoresca comunidade com opções de restaurantes, lojas e um clima típico de interior. Lá, você encontra muitos food trucks, Farmers Market, lojinhas, restaurantes e galerias de arte. Essa região é muito gostosa para apreciar com calma.

Atrações na região:

  • Coconut Marketplace: esse é um centrinho comercial, que conta com boas opções de lojas legais como Crazy Shirts e Pineapples Boutique e restaurantes como NOM Kauai, e o famoso shave ice Jojo´s. Oferece eventos como farmers market e shows de hula grátis, em dias específicos. Ao lado, fica o Lava Lava Beach Club, um restaurante à beira-mar de clima descontraído e vista incrível, que adoramos.
  • Outros lugares para comer na região que valem a visita: Art Cafe Hemingway, para café e comidinhas; Bubba Burguer, para hambúrguer; Pono Market, um mercado com delicatessen, para comida típica havaiana rápida como poke bowls; e o Wailua Shave Ice, para sobremesas.
  • Nani Moon Meadery: oferecem hidromel (um vinho de mel) com ingredientes havaianos, feito à mão com o melhor mel cru e sem qualquer outro aditivo químico. Você tem duas maneiras de provar essa iguaria: fazendo a reserva no site para degustá-la no local de produção em Kapaa, ou comprar nos mercados e lojas locais espalhados pela ilha.
  • Lydgate Farms Kauai Chocolate: faça um passeio por uma fazenda de chocolate, com excursão guiada, que passa por jardins botânicos e termina uma degustação de chocolates. Os ingressos são de $95,00, e crianças com menos de 13 anos não pagam.
  • Keahua Forestry Arboretum: um parque com lugares para piquenique e riachos frescos para refrescar no calor. É popular entre famílias e visitantes locais para caminhadas e passeios a cavalo. Várias das trilhas famosas, como a Kuilau Ridge Trail, começam aqui.
  • Kapaa Beach: é uma praia pequena de costa rochosa e, portanto, não é ideal para quem deseja nadar. No entanto, os que procuram um espaço para piqueniques ou assistir o pôr do sol podem comemorar: esse é o seu lugar! Conta com instalações com banheiros e chuveiros.
Kapaa Beach

Keālia Beach: praia de areia branca que fica localizada em Kealia, que já foi uma cidade de plantação. Ótima para família, pois conta com estrutura completa com banheiros, chuveiros e estacionamento.

Hoopii Falls: essa é uma trilha moderada, que te leva até as Hoopii Falls, lindas cachoeiras que ficam em propriedade privada, mas mesmo assim muitas pessoas resolvem se aventurar e fazer o percurso, se tiver interesse, de uma pesquisada.

Paliku Beach (Donkey Beach): ótima praia para se bronzear, já que oferece muita areia e árvores de sombra. No entanto, reserve o nado para outras praias, já que a água é bastante agitada. Devido à sua localização isolada, Donkey Beach costumava ser uma das melhores praias de nudismo, mas isso já não é mais assim: bastante visitada e procurada pelos turistas e locais, ela fica a apenas 15 minutos a pé da área de estacionamento e não é mais o paraíso dos nudistas.

Anahola: este vilarejo foi um importante ponto de surfe no passado e, hoje, é uma área residencial destinada aos nativos do Hawaii. Seu pano de fundo é a Kalalea Moutain, famosa montanha que já apareceu em filmes como Indiana Jones e King Kong.

Estrada sentido Costa Norte com a Kalalea Moutain no fundo
  • Anahola Beach Park: praia de areia branca, considerada segura para nadar, já que é protegida das ondas por um recife.  Da praia é possível apreciar a vista das montanhas Kalalea e do rio Anahola. Oferece também instalações para camping.
Anahola vista de cima
  • Aliomanu Beach: praia composta por duas seções: norte e sul. A área mais popular é o norte, mais pitoresca e agradável para apreciar a vista. A região sul é foco, principalmente, de famílias locais para a pesca. A praia Papa’a Bay, apresentada no filme Seis Dias, Sete Noites, pode ser visitada a partir do norte de Aliomanu: a trilha de acesso público envolve uma curta trilha íngreme.

COSTA NORTE

Kilauea: era importante na vida das plantações da indústria açucareira. Hoje, a pequena vila é uma cidade pitoresca que oferece muitas atrações,  praias e restaurantes.

Atrações na região:

  • Kong Lung Historic Market Center: galeria que conta com lojinhas legais como Aloha Exchange, Banana Patch & Aloha Spice Company e One 1ove Boutique, além dos restaurantes: Kilauea Bakery & Pizza, Palate Wine Bar, The Bistro e Sushi Girl.
  • Moloa’a Beach: praia emoldurada por dunas montanhosas e vegetação. Uma curiosidade: o piloto da série de TV Gilligan’s Island, foi filmado aqui.
  • Kauai Sugarloaf Pineapple: uma fazenda de abacaxi que oferece excursões de cerca de duas horas de duração. Você visitará campos, aprenderá sobre a fazenda, a história do abacaxi nas ilhas e todos os aspectos do seu cultivo. O tour custa US $ 85 por pessoa, US $ 45 para crianças e grátis para crianças de até 4 anos. É necessário fazer reserva com antecedência.
  • Na ‘Aina Kai Botanical Gardens: jardins fundados em 1982, que apresentam uma impressionante diversidade de terras, plantação de madeira e esculturas de bronze, compreendendo uma das maiores coleções particulares do país. O jardim oferece passeios guiados e auto-guiados. O passeio auto guiado é $ 10,00 e os passeios guiados variam de $40-55.
  • Larsen’s Beach (Ka’aka’aniu Beach): Uma praia mais isolada com aproximadamente 3 km de extensão. É uma ótima parada para um passeio na praia. O acesso é por meio de uma caminhada por uma trilha íngreme e rochosa. 
  • Pila’a Beach: é uma praia pouco visitada devido ao difícil acesso e pelo fundo rochoso, pouco favorável ao nado. É cercada por propriedades privadas – Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, tem uma casa por lá -, por isso não há passagem direta para a praia. É preciso estacionar e seguir a trilha íngreme que leva à praia, tomando cuidado para não ultrapassar as propriedades privadas.
  • Kahili Quarry Beach (Rock Quarry Beach): esta pequena praia não é muito turística, pois não é uma praia boa para natação, porém surfistas costumam frequentar. No oeste da praia um rio deságua no mar, o que consequentemente pode levar a correntes e águas turvas. Dali você pode fazer a trilha para as Mokolea Lava Pools.
  • Kīlauea Point National Wildlife Refuge: é um santuário de pássaros, além de um farol histórico. Foi construído na década de 1900 para ajudar marinheiros a atracarem na praia e, em 1985, foi transformado em um refúgio nacional de vida selvagem. Além dos turistas, o espaço também é muito procurado por observadores de pássaros e fotógrafos, e, se você der sorte, conseguirá ver baleias jubartes de lá. O local é simples, mas tem uma vista linda do Pacífico. A trilha para chegar ao farol é asfaltada e bem tranquila, tornando o passeio acessível para todas as idades. Na época que visitamos, o parque abria de terça a sábado, das 10:00 às 16:00, a entrada custava $10,00 por pessoa, sendo que menores de 16 anos não pagam. Para checar os horários atuais cheque o site.  Vale dizer que, saindo do parque, tem um Overlook no final da Kilauea Road, onde você tem uma vista linda do farol.
Kīlauea Point National Wildlife Refuge
Overlook no final da Kilauea Road
Kīlauea Point National Wildlife Refuge
Kīlauea Point National Wildlife Refuge
Kīlauea Point National Wildlife Refuge
Kīlauea Point National Wildlife Refuge
  • Silver Falls Ranch: esse é um rancho que oferece passeio de cavalo por florestas tropicais.
  • Anaina Hou Community Park: um parque que oferece entretenimento, recreação e programas educacionais para seus visitantes. De mini-golfe e jardins exclusivos, à playground, farmers market semanais, café, lojinha e acesso à trilha Wai Koa Loop, é impossível não encontrar uma atividade perfeita para você e a sua família quando estiver por lá.
  • Garden Island Chocolate: para os amantes do chocolate! Veja como eles são feitos e deguste as delícias produzidas em um tour guiado de três horas – e aprenda, de quebra, sobre permacultura, agricultura sustentável e cultivo de frutas exóticas. Eles oferecem passeios de segunda, quarta e sexta as 09:30, o preço para adultos é $89,00 e crianças $29,00, reserve antecipadamente pelo site.
  • Kauapea Beach (Secret Beach): conhecida pelo seu cenário. A praia secreta fica entre Kalihiwai Bay e Kilauea Point, e não é realmente secreta, mas é mais difícil de chegar. Uma trilha íngreme e irregular leva à ela que, no verão, ganha lagoas de maré ao redor da rocha de lava, criando piscinas. Já no inverno, a água é geralmente perigosa, atraindo surfistas experientes. 
Secret Beach
  • Kalihiwai Beach: é uma praia isolada, margeada pelo rio Kalihiwai. As condições do mar não são das melhores, então não é uma boa opção para natação. 
  • Anini Beach: uma das praias mais tranqüilas da região, conta com um longo recife que a protege de correntes oceânicas e possui possui instalações com  chuveiros, mesas de piquenique e banheiros.

Princeville: é uma comunidade planejada de casas de luxo com campos de golfe, hotéis, condomínios, praias, restaurantes e um pequeno shopping, famosa pelas suas vistas com as falésias dramáticas e o oceano como pano de fundo. Antigamente chegou a ser área de plantação de café, de açúcar e fazenda de gado. O lugar é bem impressionante desde a sua entrada, e lembra muito um condomínio, nós inclusive ficamos sem saber se estávamos em um condomínio ou em um bairro. Além disso, por ser um lugar mais afastado e no meio da natureza, é um lugar muito tranquilo e sossegado, sem muita agitação ao redor.

Princeville
A entrada de Princeville
Princeville
Princeville

Atrações na área:

  • Princeville Center: oferece lojas interessantes, como a Island Soap & Candle Works, além de um Foodland. Se você estiver com fome: North Shore General Store & Café, The Spot e Tiki Iniki. E não esqueça de tomar um sorvete da Lappert’s, é muito bom!
  • Praias na região: Pu’u Poa Beach (praia de frente para o Princeville Hotel e Hanaley Bay, tem areia dourada e é bem agradável), Pali Ke Kua Beach (Hideaways Beach) e SeaLodge Beach.
Pu’u Poa Beach
  • Queen’s Bath: essa é uma piscina natural formada por rochas de lava, acessível por uma trilha íngreme. Tome cuidado, pois o mar na área é traiçoeiro, por isso, fique atento aos avisos e à maré caso deseje visitar o local, pois já teve vários acidentes ali na região, inclusive quando fomos, estava fechada devido a um acidente recente.
  • Princeville Ranch: situado nas montanhas da costa norte, o rancho inclui 2.500 acres de pastagem com vista para o Oceano Pacífico, montanhas, vales, cachoeiras e áreas de selva. Oferece aos visitantes atividades e experiências emocionantes, como tirolesa, passeios a cavalo, caiaque, caminhadas e cachoeiras.
  • Princeville Botanical Gardens: jardim botânico que abriga plantas nativas, flores raras e ameaçadas de extinção, árvores frutíferas, chocolate orgânico e plantas de todo o mundo. Oferecem visitas guiadas privadas que contemplam todas as suas atrações e incluem degustação de frutas e chocolates, o valor para o tour é $ 85,00 (adultos), com o mínimo de 5 pessoas.
  • Hanaley Valley Lookout: esse é um mirante localizado quase em frente ao Princeville Center, com vista para um refúgio de vida selvagem, montanhas e campos de taro, que são cultivados há séculos por havaianos nativos. 
Hanaley Valley Lookout
Hanaley Valley Lookout

Hanalei: Hanalei é uma cidade de praia incrivel, que oferece uma vibe como nenhuma outra. A cidadezinha mais legal da costa norte conta com pontos históricos, campos de taro, montanhas com cachoeiras, praias, lojas, galerias de arte, food trucks e restaurantes. Ela respira surfe, tem um clima incrível e é, sem dúvida, a melhor cidade que visitamos no Kauai. O destaque é a baía com as montanhas de fundo, com seu histórico píer construído em 1892, e que já apareceu em filmes, como “South Pacific”.

Hanalei vista de cima
Hanalei
Hanalei
Hanalei
  • Lojinhas legais para conhecer: Ohana Shop, Infinite Arts Gallery, Yellowfish Trading Co, Havaiki Oceanic and Tribal Art, Halelea Gallery, algumas lojas ficam nas galerias Ching Young Village Shopping Center e Hanalei Center. 
Ching Young Village Shopping Center
Ching Young Village Shopping Center
Hanalei Center
  • Restaurantes que valem a pena: Bar Acuda, Tahiti Nui Restaurant e The Dolphin Restaurant.
Tahiti Nui Restaurant
  • Para comidinhas/sobremesas: Aloha Juice Bar, Wishing Well Shave Ice e Pink’s Creamery.
Aloha Juice Bar
  • Para lanches rápidos: Hanalei Taro & Juice Co, um food truck de comida tradicional havaiana.
  • Hanalei Bay Beach Park: uma linda praia em forma de crescente que marca um cenário deslumbrante com suas montanhas ao fundo. Estacione na Black Pot Beach, que é a seção da praia mais perto do píer.  Outras seções da praia são Waioli Beach Park, Hanalei Pavilion Beach Park, e todas contam com uma boa infra-estrutura.
Hanalei Bay Beach
  • Waioli Huiia Church e Waioli Mission House: são dois dos primeiros edifícios erguidos por colonos europeus, e estão incluídos no Registro Nacional de Lugares Históricos. Atualmente, estão sendo preservados e reformados para recuperar sua aparência original, mas, ainda assim, são imperdíveis para entender como era a antiga Hanalei. A igreja de estilo arquitetônico gótico americano é muito fotografada.  
Waioli Huiia Church
  • Seguindo a rodovia, você vai passar por outras praias, como Waikoko Beach, Wainiha Beach Park, Kepuhi Beach. Destaque para a Lumahai Beach, uma linda praia que ficou famosa pelo filme South Pacific,  um bom lugar para fazer lindas fotos – mas não é ideal para atividades aquáticas devido às correntes.
Wainiha Beach Park
Lumahai Beach

Makua Beach (Tunnels): sem dúvida a praia mais bonita do Kauai, o Monte Makana (Bali Hai) paira sobre a praia e oferece um cenário espetacular para admirar o pôr do sol, e é muito popular para snorkel, já que possui um rico conjunto de recifes que oferecem um mergulho incrível quando a maré permite, no verão, e ótimas ondas para surfe nos meses de inverno. Foi aqui que a famosa surfista Bethany Hamilton perdeu um braço após um ataque de tubarão – e sua história foi contada no filme Soul Surfer. Dica: estacione na praia do lado, a Ha’ena Beach Park, e caminhe pela direita para chegar à Makua. Em um resumo a praia é a mesma, é só uma seção diferente localizada a direita. 

Makua Beach (Tunnels)
Makua Beach (Tunnels)

Ha’ena Beach Park: a Praia de Ha’ena é um cenário paradisíaco com areaia branca e água azul-turquesa. É um ótimo lugar para atividades aquáticas, sim, no entanto, pode ter condições de natação extremamente perigosas, especialmente no inverno. Portanto, esteja ciente das condições locais e de suas habilidades antes de entrar na água.  À sua esquerda fica o Cannon’s Reef, um conhecido ponto de surfe onde as ondas são fortes, perfeita para os surfistas experientes. Quando fomos tinha um food truck na frente da praia, e tomamos um shave ice bem gostoso.

Ha’ena Beach Park
Ha’ena Beach Park
O estacionamento do Ha’ena Beach Park
Shave Ice no Food Truck do estacionamento

Em frente à Ha’ena, do outro lado da rua fica a  Maniniholo Dry Cave, uma caverna que você pode visitar e explorar, e na realidade não achamos nada demais.

Maniniholo Dry Cave

Limahuli Garden and Preserve: esse é um jardim dedicado à preservação da cultura e das plantas nativas havaianas. É também lugar de pesquisas e programas educacionais. Limahuli é um dos últimos vales de fácil acesso com complexos arqueológicos intactos, floresta nativa e córregos intocados. Visitas guiadas ou auto guiadas exploram os terraços rochosos de lava construídos pelos antigos havaianos para cultivar o taro. Horário do jardim para visita auto guiada: das 9:30 às 14:30, o preço para adultos é$ 25 e pessoas com menos 17 anos, é grátis. Já o tour guiado o preço para adultos é $ 40 e para menores de 17 anos – $20.

Haena State Park: um parque estadual que marca o ponto final da Rodovia Kuhio, e o início da famosa Na Pali Coast – é o ponto mais distante da costa norte em que você pode dirigir. O parque oferece praias, trilhas, vários locais antigos, bem como o espetacular Nāpali Coast State Wilderness Park, e o inicio da famosa trilha Kalalau Trail.

Nāpali Coast State Wilderness

Você precisará fazer uma reserva para entrar no parque, já que existem limites diários de visitantes, a entrada no parque custa (US $ 1 por pessoa) ou a reserva de estacionamento (US $ 5 por veículo), que já inclui a entrada para todos do carro. É bom reservar suas entradas com antecedência – elas são disponibilizadas até 30 dias antes e esgotam super rápido, e elas são oferecidas para o período da manha (6:30 às 12:30), tarde (12:30 às 17:30)  e noite (16:30 – pôr do sol), ou seja, se você quiser fazer uma trilha longa, e ficar o dia todo no parque terá que comprar para os 3 horários. Você precisará imprimir o voucher ou mostrá-lo digitalmente na entrada. Clique aqui para reservar sua entrada.

Eles oferecem também um shuttle que sai de diversos locais da costa norte, por cerca de $11,00 por pessoa, caso você não queira ir de carro 

Vale ficar atento ao período da visita, já que no inverno é comum as estradas inundarem por causa da quantidade de água que desce das montanhas e que os rios não conseguem dar vazão. Ou seja, sempre verifique antes de ir para não perder a viagem. Uma dica é seguir a pagina da Hawaii DLNR no Facebook, eles sempre avisam como está a situação de vários parques de todo o Hawaii. Para mais informações sobre o parque, clique aqui.

O estacionamento do Haena State Park
A entrada para o Haena State Park
Haena State Park

Ke’e Beach: a praia de Ke’e, muito popular entre os praticantes de snorkel e as famílias, é protegida por um recife e é considerada um lugar seguro para nadar, porem as condições de natação podem ser perigosas nos meses de inverno. Conta com estrutura com banheiros, salva vidas e chuveiros. Do lado esquerdo de Ke’e Beach começa a famosa trilha Kalalau Trail – caminhe nela por cerca de 30 minutos até um mirante panorâmico, a vista é incrível!

Ke´e Beach
Ke´e Beach vista de cima no inicio da Kalalau Trail
Ke´e Beach
Ke´e Beach vista de cima no inicio da Kalalau Trail

Kalalau Trail: a trilha de Kalalau tem 35 km (ida e volta) e começa em Ke’e Beach, atravessa cinco vales e termina em Kalalau Beach. Os caminhantes verão uma paisagem exuberante enquanto andam pelos vales, além de altas falésias alinhando o oceano. O ideal é ter um bom tempo para andar, pelo menos de duas a três horas na trilha. Caso você não tenha esse tempo, vá pelo menos até o mirante que você consegue ter uma linda vista. Como nós tínhamos pouco tempo fizemos um trecho dela e valeu a pena demais, porém ainda queremos voltar para fazer o caminho completo, pois para ser incrível. Um caminhante fisicamente experiente pode fazer a caminhada até Kalalau Valley em um dia, mas a maioria das pessoas precisa de dois dias e uma noite de acampamento (é necessário uma permissão para isso). O acesso a Kalalau é controlado e apenas um número limitado de autorizações é emitido em nome da conservação. Por isso, é melhor reservar com antecedência.

O inicio da trilha
O inicio da trilha
Kalalau Trail
Kalalau Trail
Kalalau Trail
Kalalau Trail
Kalalau Trail
Hanakapi’ai Falls

A trilha é dividida em 3 partes:

  • Ke´e Beach para Hanakapi´ai Valley (3,2 km): a primeira seção da Kalalau Trail vai da praia de Ke’e até o Hanakapi’ai Valley. É o trecho mais movimentado, e a maioria das pessoas caminha até aqui e volta para casa, já que para continuar é necessário uma autorização de acampamento. Hanakapi’ai Beach oferece excelentes oportunidades para fotos, porém nadar não é recomendado, pois o mar é traiçoeiro e existem muitos relatos de acidentes na área.  De lá você pode optar por fazer uma trilha extra de 6,4 km (ida e volta) até a Hanakapi’ai Falls, Se resolver fazer somente essa primeira seção completa será de mais de 12 km ida e volta.
  • Hanakapi´ai Valley para Hanakoa (6,4 km): a partir deste ponto é necessário permissão de acampamento válido, mesmo se você não pretende dormir no caminho. A trilha atravessa a reserva Hono o Na Pali Natural Area Reserve antes de entrar no Hanakoa Valley, que abriga diversas espécies de plantas florestais de terras baixas nativas. Uma trilha menos de 1km, mal marcada, leva até as Hanakoa Falls. Vale falar que esse trecho tem partes perigosas, mas oferece uma vista espetacular das cachoeiras. A trilha atravessa o riacho no vale, portanto, não há acesso a praia em Hanoka.
  • Hanakoa para Kalalau Beach (8 km): depois de deixar o Hanakoa Valley, a trilha entra em áreas mais secas e abertas, que oferecem pouca sombras. Este último trecho é o mais difícil, com muitas curvas e pontos estreitos. No final, você chegará ao Kalalau Valley, um dos lugares mais remotos e inacessíveis no Hawaii, com vistas incríveis. Partes da trilha são muito estreitas. E é recomendado não entrar na água de nenhuma das praias ao longo da trilha, já que as correntes podem ser muito fortes.
Créditos: Kalalau Trail

Vale reforçar que qualquer pessoa que prossiga ao longo da Kalalau Trail, passando do ponto do Hanakāpīʻai Valley, deve possuir uma permissão de acampamento válida para o Nāpali Coast State Wilderness Park. Essa mesma permissão permite que você acampe em um dos dois lugares diferentes: Hanakoa ou Kalalau. As licenças são de US $ 20 por pessoa, por dia. Clique aqui para reservar.

Se não quiser fazer a trilha, pelo menos vale a pena ir até a Kee Beach para apreciar a vista, ou então fazer passeios de barco e helicóptero, as vistas de cima são incríveis, e você não vai querer perder isso.

Na Pali coast

COSTA SUL

A principal estrada de acesso para a costa sul é a Maluhia Road. Conhecida como Tree Tunnel Road devido às árvores de eucaliptos que revestem os dois lados da estrada, formando um túnel, tem um visual incrível e é um dos trechos de rodovia mais belos da ilha.

Tree Tunnel Road

Koloa: cidadezinha histórica e pitoresca, é conhecida por ter abrigado a primeira usina de açucar bem-sucedida do Hawaii, a Old Sugar Mill em 1835. Hoje a cidade ainda preserva sua história e manteve muito do seu charme, com muitas lojinhas e restaurantes, preservando os edifícios de muitos anos atrás. Visite o Centro Histórico para uma viagem no tempo e faça uma visita guiada para entender o significado cultural e econômico da era das plantações – elas se tornaram a principal força econômica da época e trouxeram imigrantes de diferentes lugares, dando origem à constituição multirracial do Hawaii. Você encontrará lojinhas com muita arte local, artesanato e souvenirs. Vale a pena passear a pé e visitar com calma as lojas da região. Algumas que valem a pena conferir são: Koloa Trading Post, Soap & Candle Works, Divine Planet e a Hula Moon Gifts. Não se esqueça de tomar um sorvete no Koloa Mill Coffee & Ice Cream.

Old Koloa Town
Old Koloa Town
Koloa Trading Post

Você pode explorar a região de Koloa fazendo a Koloa Heritage Trail, uma trilha que abrange 14 pontos culturais, históricos e geológicos da região de Koloa e Poipu, com placas descritivas que explicam o significado de um. Conta com atrações como o local de nascimento do Prince Kuhio, conhecido como o “príncipe do povo”, o Moir Gardens, um jardim botânico desenvolvido durante a década de 1930, o Kihahouna Heiau, local de um antigo templo havaiano, o Koloa Jodo Mission, um templo budista construído em 1910, a Koloa Missionary Church, a primeira igreja congregacional no Kaua, entre outros.  É um trajeto que por ser feito à pé, de bicicleta ou de carro.

Créditos: Poipu Beach

Outra atração que faz parte da Koloa Heritage Trail é o Spouting Horn Park, um parque cuja atração é um geiser marítimo feito de lava negra que expele água. A água é forçada para cima (por até 15 metros!) quando o oceano flui sob a prateleira de lava, e é atirada através de uma pequena abertura na superfície. O local conta com banheiros e estacionamento, esse é um local para visitação rápida, apenas para observação e tirar fotos.

Spouting Horn Park
Spouting Horn Park

Saint Raphael’s Church: a Igreja Católica mais antiga do Kauai, fundada em 1841.

Kaneiolouma Heiau: esse é um centro cultural sagrado, que abraça o que resta de uma antiga vila havaiana. Conta com antigos de viveiros de peixes, campos de taro, sistemas de irrigação e santuários.

Koloa Zipline Tours / Skyline Hawaii – Poipu Zipline Tours: para quem quer aventuras, oferecem passeios de tirolesas.

Jogar Golf: existem muitos campos de golfe na região de Koloa/Poipu para quem gosta ou quer aprende a jogar, como o Poipu Bay Golf Course, Kaihuna Golf Club e o Kukui’ula Golf Course.

McBryde & Allerton Gardens: parte do National Tropical Botanical Garden, o Allerton e McBryde Garden são jardins botânicos onde você descobrirá flores exóticas, figueiras e varias plantas havaianas, espécies tropicais ameaçadas e raras. O interessante do Allerton Garden também é que vários filmes de Hollywood já filmaram nas figueiras do jardim, como Jurassic Park e Piratas do Caribe. Oferecem excursões pelos jardins e opções de visitas combinadas entre os parques.

Poipu: é a cidade mais conhecida da costa sul, com muitos resorts de luxo, restaurantes, centros comerciais e praias.

The Shops at Kukui’ula: esse foi o shopping que mais gostamos no Kauai, conta com um Farmers Market às quartas, e  com muitas lojas legais como Blue Ginger, Deja Vu Surf, Halelea Gallery, Mahina, Tommy Bahama, entre outras, e restaurantes conceituados como Eating House 1849, Merriman’s, Kiawe Roots, The Dolphin e The Lanai.  Para sobremesas tome um sorvete na Lappert’s, ou um shave ice no Uncle´s Shave Ice.

The Shops at Kukui’ula
The Shops at Kukui’ula

Poipu Shopping Village: outro ótimo lugar para compras e restaurantes, conta com entretenimento gratuito que inclui Hula e música havaiana ao vivo toda segunda e quinta-feira às 17h. Destaque para os sucos da Kauai Juice Co, os cachorros quentes da Puka Dog, as comidas locais do Anuenue Café,  e a torta Hula Pie do Keoki´s Paradise.

Keoki´s Paradise

Poipu Beach: a praia mais popular da costa sul, que atrai quase todo tipo de atividade praieira: snorkel, natação, bodyboard e surfe. As seções da praia incluem:

  • Kiahuna Beach: fica do lado direito da Poipu Beach, em frente ao Kiahuna Plantation Resort e ao Sheraton Kauai Resort.
  • Brennecke Beach: localizada a leste da Poipu Beach, o ambiente da praia é perfeito para bodyboard.
  • Baby Beach: localizada a oeste da Poipu Beach fica essa pequena enseada protegida, com águas rasas, tornando-a um bom local para crianças.
Poipu Beach
Poipu Beach
Poipu Beach

Shipwreck Beach: Essa praia é acessada a partir do hotel Grand Hyatt, e é um dos locais favoritos para surf, com ondas altas que costumam dificultar a natação. Em Shipwreck, há no canto um rochedo que pode ser “escalado”, de onde os mais corajosos pulam. Uma das principais atrações da Shipwreck é a acessibilidade que oferece à duna de areia de Makawehi Point. Aqui também é onde você pode encontrar o início da Mahaulepu Heritage Trail, uma ótima trilha para explorar o litoral.

Shipwreck Beach
Shipwreck Beach

Maha’ulepu Heritage Coastal Trail: essa trilha cênica fácil que se estende da Keoneloa Bay à Kawailoa Bay, conta com cenários deslumbrantes sobre o oceano azul turquesa, penhascos de dunas de areia, enseadas rochosas e falésias. Maha’ulepu, na verdade, consiste em três praias separadas, conhecidas como Gillin’s Beach, Kawailoa Bay e Ha’ula Beach. Devido ao seu acesso um pouco mais difícil do que as outras praias, consequentemente são mais vazias.

Maha’ulepu Heritage Coastal Trail

Localizada entre o CJM Country Stables e a Gillin’s Beach, fica a Makauwahi Cave, a maior caverna de pedra calcária no Hawaii. É de grande valor arqueológico, avaliada como o local mais rico em fósseis das ilhas havaianas. É um museu vivo dedicado ao passado e a experimentos de conservação de espécies nativas. Acres de florestas restauradas, vegetação de dunas e habitat de áreas úmidas apresentam quase 100 espécies de plantas nativas, incluindo de fauna e flora ameaçadas. Visitas guiadas gratuitas aos sábados e domingos, das 10:00 às 16:00, doações são apreciadas.  

CJM Country Stables: oferecem passeios à cavalo pela bela e lendária área selvagem de Maha’ulepu.

Lawa’i: é uma pequena cidade e pouco conhecida pelos turistas. Se você quiser visitá-la, aqui vão alguns destaques:

  • Lawa’i Beach: localizada a oeste de Poipu, essa é uma pequena praia boa para bodyboard e mergulho. Pertinho da praia fica o Beach House, um ótimo restaurante.
  • Warehouse 3540: um armazém com lojinhas e food trucks. Aproveite para tomar o The Fresh Shave, considerado um dos melhores da ilha, feito com ingredientes orgânicos, comer um poke no Kauai Poke Co, e refeições com um toque havaiano no Kickshaw’s.
  • Uma loja legal na região é a Hawaiian Trading Post, com uma variedade de itens artesanais, feitos localmente.
  • Monkeypod Jam: além de servir café e comidinhas, este pequeno local é ideal para degustações de geléias. Eles compram frutas de produtores locais e produzem muitos tipos de geléias e coalhadas, que você pode experimentar e comprar. 
  • Lawai International Center: considerado um lugar de cura tanto pelos antigos havaianos quanto pelos imigrantes asiáticos que habitaram ali. Eles, aliás, construíram 88 pequenos santuários aninhados na encosta por lá, uma réplica em escala reduzida do famoso Shikoku Pilgrimage do Japão. É um dos mais antigos locais de templos budistas nos EUA. O centro é um lugar de profunda importância histórica e cultural e oferece visitas ocasionais.

Kalaheo: essa é uma cidade residencial e conta com o Kukuiolono Park & ​​Golf Course, um clube de golf com um pequeno parque com um jardim japonês. Veja mais algumas coisas para fazer na região:

  • Aloha Exchange: uma lojinha legal com uma perspectiva de surfe/skate.
  • The Right Slice: essas tortas são consideradas algumas das melhores do Kauai. Oferecem tortas salgadas e doces – as mais famosas são de lilikoi e a de haupia, todas criadas com o máximo de ingredientes adquiridos localmente. Para comidas na área também tem o Kalaheo Café & Coffee Co, um café famoso pelo seu menu de café da manhã.
The Right Slice
  • Hanapepe Valley Lookout: uma parada rápida na rodovia, para ver o mirante com vista para o vale de Hanapepe. O vale é como um portal para o passado, aproveitado por Steven Spielberg para as filmagens de Jurassic Park. 
Hanapepe Valley Lookout
  • Kauai Coffee Co: a maior fazenda de café do Hawaii. Há um centro de visitantes que oferece passeios guiados, em que você aprenderá tudo sobre como o café é cultivado, colhido e torrado. Além de descobrir sobre o processo de fabricação do café, você vai provar várias torras diferentes, esse café é um dos melhores que já tomamos, incrivelmente bom. Vale falar que eles também oferecem passeios guiados gratuitos diariamente pela propriedade.
Kauai Coffee Co.

COSTA OESTE

Eleele: pertinho do Kauai Coffee Co, fica essa pequena cidade, casa do Port Allen, de onde saem a maior parte dos passeios de barco. A cidade é bem tranquila e tem uma pegada muito mais industrial, com o foco de destaque todo ao redor do porto. Por sua natureza mais industrial, é um lugar simples e sem grandes atrações.

Eleele Shopping Center
A cidade industrial de Eleele

Atrações na área:

  • Original Red Dirt Shirts: vende as famosas dirt shirts. Essas camisetas surgiram quando um furacão passou na ilha e transformou as camisetas brancas de uma loja de impressões em marrom avermelhado, devido ao ferro das formações vulcânicas. Mesmo “sujas” o proprietário do lugar decidiu vendê-las, e assim nasceu essa tradicional t-shirt – que você pode comprar neste galpão, um dos mais tradicionais na confecção e venda dos modelos.
Original Red Dirt Shirt
Original Red Dirt Shirt
  • Eleele Shopping Center e Port Allen Marine Center: local onde você encontra algumas lojinhas e locais para comer. Se estiver com fome, indicamos a Kauai Island Brewing Company, com muitas opções de cervejas e refeições.
Port Allen Marine Center
Kauai Island Brewing Co.
  • Glass Beach: essa é uma praia localizada no meio de uma área industrial. A Glass Beach é coberta com milhões de pedaços de vidro marinho, que vieram de garrafas quebradas e vidros de automóveis jogados lá anos atrás. É incrível ver o que o oceano fez com todo esse lixo. Essa não é uma praia para nadar, apenas para admirar uma estética diferente.
Glass Beach
Glass Beach

Passeio de barco: como já mencionamos anteriormente, a maior parte dos passeios de barco para Napali Coast sai do porto de Port Allen, e esse é um passeio que você não pode deixar de fazer. Quando fomos, pegamos um tempo ruim, com chuva e nublado, e mesmo assim não deixou de ser incrível, terminamos o passeio com um por do sol lindíssimo!

Hanapepe: uma cidadezinha que se intitula como a maior cidadezinha do Kauai e que já foi um dos principais centros populacionais do Kauai. É conhecida principalmente por sua cena artística, e os edifícios em estilo de plantação abrigam lojinhas, galerias de arte e restaurantes, as estruturas de madeira lembram filmes de velho oeste e contrastam com os murais artísticos, inclusive a cidade já foi usada como cenário para filmes como Pássaros Feridos, além de ter sido a inspiração para a cidade fictícia do desenho Lilo & Stitch. A cidade abriga o Hanapepe Farmers Market, todas às quintas-feiras a partir das 15:00 – aproveite para experimentar os famosos Ono Pops

Hanapepe
Hanapepe
  • Lojas que valem a pena visitar: Kauai Fine Arts, Banana Patch Studio, Pu´uwai Gallery & Boutique, Island Art Gallery, The Bright Side Gallery e JJ Ohana Gift Shop. Para quem gosta de livros, vale a visita a Talk Story Bookstore, a livraria mais ocidental dos EUA. Já a Aloha Spice Company produz temperos gourmet e a Salty Wahine, é especializada em sais marinhos.
Island Art Gallery
Banana Patch
Talk Story Bookstore
JJ Ohana Gift Shop
  • Para comer: Lappert’s Hawaii (delicioso sorvete), Japanese Grandmas, Little Fish Coffee, Kauai Kookie, Popo´s Cookies, Midnight Bear Breads e o Taro chips da Taro KoFarm – aqui, em uma pequena casa você encontra chips feitos de taro.
Midnight Bear Breads
  • The Swinging Bridge: histórica ponte de madeira, construída originalmente em 1911.
  • Hanapepe Town Truck: esse é um caminhão estacionado no centrinho da cidade, tornando-se um marco local.
  • Hanapepe Friday Night Festival & Art Walk: um festival de arte semanal que acontece desde 1997, às sexta-feiras. A rua principal da cidade fica muito movimentada, com muitos artistas, músicos e vendedores mostrando o seu trabalho local.
  • Hanapepe Tile Mural: um mural da cidade que foi construído com a ajuda da lojinha Banana Patch Studio, que forneceu os azulejos e tintas para os alunos da Escola Elementar Eleele decorarem.
Hanapepe Tile Mural
  • Salt Pond Beach Park: essa praia é bastante popular entre os locais e recebeu esse nome graças às lagoas de sal nas proximidades.

Waimea: cidade histórica, Waimea, cujo nome significa “água avermelhada”, foi um dos primeiros centros do governo havaiano nativo. Foi aqui, em 1778, que o explorador inglês Capitão James Cook e sua tripulação fizeram o primeiro desembarque nas ilhas havaianas, inclusive uma estátua do Capitão Cook pode ser encontrada no centro da cidade, em sua homenagem. Waimea é uma antiga cidade de plantação de açúcar e muitos edifícios são bastante antigos – alguns exemplos são o Waimea Theatre e o First Hawaiian Bank. A cidade é bem tranquila com as ruas bem largas, e você encontra restaurantes, igrejas e mercados.

Waimea
Cook Landing Site
Super Duper Two
First Hawaiian Bank
Waimea

Veja algumas coisas para fazer na área:

  • Se estiver com fome pare no Porky’s e experimente um sanduíche de kalua pork, ou um poke no Ishihara Market. Se quiser sobremesa, vá para o Jojo´s Shave Ice.
ishihara Market
  • Se curtir maracujá, vá até a Aunty Lilikoi Passion Fruit Products, eles são especializados em produção de tudo a partir do maracujá. Você encontra geléias, molhos e manteigas, entre outros produtos.
Aunty Lilikoi Passion Fruit Products
  • O West Kauai Technology & Visitor Center é um bom lugar para entender sobre o passado de Kauai. O centro oferece exposições e atividades que refletem a diversidade da comunidade agrícola de Kauai. 
  • Waimea State Recreation Pier: se tiver tempo visite o píer na Waimea Beach. A areia da praia é mais escura e do porto você pode ter vistas de Niihau, a ilha proibida. Originalmente construído em 1865, o porto foi usado durante o século XIX como um dos principais pontos de desembarque de barcos. Era usado por navios baleeiros para a exportação de açúcar, gado, taro, e outros.
Waimea Pier
  • Russian Fort Elizabeth State Historical Park (Pāʻulaʻula): esse é um marco histórico nacional. O parque abriga o último forte russo remanescente nas ilhas havaianas, construído em 1817. É possível fazer um passeio autoguiado no parque.
Russian Fort Elizabeth State Historical Park

Kekaha: é a última cidade na costa oeste e também uma antiga cidade de plantação de açúcar. A maioria dos visitantes vem para Kekaha a caminho do Waimea Canyon, e é lá que fica a Kekaha Beach Park, uma praia muito extensa, visitada principalmente por surfistas, bodyboarders e pescadores.

Kekaha Beach Park

Waimea Canyon State Park: o Waimea Canyon é conhecido como “Grand Canyon do Pacífico”. Apesar de não ser tão antigo ou grande como o Grand Canyon, você se surpreenderá com esse lugar incrivel. Esculpido pelo rio Waimea ao longo de milhões de anos, o nome do desfiladeiro se traduz como “Águas avermelhadas”, que descreve a cor da água do rio à medida que acumula e corrói as paredes vulcânicas vermelhas do cânion.

A estrada principal, Waimea Canyon Drive segue desde o norte da cidade de Waimea até o ponto mais alto do Koke’e State Park, e leva a vários mirantes, oferecendo uma vista panorâmica sem igual.

Waimea Canyon Drive
Waimea Canyon Drive
Waimea Canyon Drive

Ao norte do Waimea Canyon State Park, fica o Koke’e State Park. Vale notar que é como se os dois parques fossem um só – um é continuação do outro. Enquanto a área do Waimea Canyon é mais seca, a do Kokee muda para uma floresta com vegetação nativa, vista para o mar e pássaros nativos. Nesse parque existem muitas trilhas para caminhadas,e também conta com um restaurante e um lodge, além de espaço para camping.

Koke’e State Park
Koke’e State Park

Dicas:

  • Esteja preparado para a chuva, o tempo muda de uma hora para outra, e, como é bem alto, costuma ventar bastante. Portanto, vale a pena levar um agasalho.
  • Traga água e lanches.
  • Na região do Waimea Canyon não há posto de combustível. Recomenda-se abastecer antes de iniciar a subida.
  • A estrutura do parque conta com estacionamentos e banheiros. Fique atento, pois a maioria dos estacionamentos são pagos (existe uma máquina para isso).
  • Procure os pontos onde as pessoas menos se aglomeram para tirar as melhores fotos.
  • Vale a pena chegar cedo, principalmente no primeiro mirante, pois é um dos mais bonitos e mais cheios.

Mirantes: existem vários pontos de observação na estrada, que oferecem diferentes paisagens:

  • Waimea Canyon Lookout: esse é o principal mirante, que conta com muita estrutura, como estacionamento e banheiros. A paisagem aqui é panorâmica e incrível e se estende sobre a borda do cânion.
Waimea Canyon Lookout
Waimea Canyon Lookout
Waimea Canyon Lookout
Olha elas sempre presente
Waimea Canyon Lookout
Waimea Canyon Lookout
Waimea Canyon Lookout
  • Pu’u Ka Pele/Waipo’o Falls Lookout: este não é um mirante oficial, é basicamente um lugar na estrada que oferece vista melhor da Waipo’o Falls.
Pu’u Ka Pele/Waipo’o Falls Lookout
Pu’u Ka Pele/Waipo’o Falls Lookout
Pu’u Ka Pele/Waipo’o Falls Lookout
Pu’u Ka Pele/Waipo’o Falls Lookout
  • Puu Hinahina Lookout: outro mirante que conta com boa estrutura, oferece uma visão paralela do cânion. Você pode ver o rio sinuoso enquanto ele segue seu caminho através das rochas até o mar. Tem vista para o Waipo’o Falls, e, em um dia claro, é possível ver até a ilha de Niʻihau. Infelizmente quando chegamos nesse mirante o tempo tinha virado de uma forma que não dava para enxergar nada. 🙁
Entrada do Puu Hinahina Lookout
Puu Hinahina Lookout – Olha o tempo
  • Kalalau Lookout: um dos mirantes mais famosos, com vista para o famoso Kalalau Valley, que só pode ser alcançado atrás da longa trilha Kalalau Trail. Se o tempo permitir, daqui você consegue ver os famosos penhascos da Napali Coast, erodidos e esculpidos ao longo de milênios pelas forças do vento e da água.  Infelizmente o tempo não ajudou, e não conseguimos ver nada!
Kalalau Lookout
Kalalau Lookout em um dia limpo
  • Puu o Kila Lookout: a vista aqui é similar a do Kalalau Lookout. Há uma placa apontando para o Monte Wai’ale’ale, que é considerado um dos pontos mais úmidos do planeta. O mirante também é o ponto de partida para a trilha Pihea & Alaka’i Swamp, uma caminhada que atravessa um pântano pantanoso para áreas de visualização espetacular em direção a Hanalei Bay (Kilohana Lookout).
No caminho
Puu o Kila Lookout

Trilhas: existem muitas trilhas no parque, com diferentes graus de dificuldade. Grande parte começa ao longo da Koke’e Drive, e as trilhas geralmente se enquadram em trilhas com vista para a Na Pali Coast, trilhas do pântano Alaka’i, trilhas na floresta e trilhas com vista para o Waimea Canyon. Antes de fazer qualquer uma, é indicado verificar sobre as condições da trilha no dia, pois chove muito no Kauai e as condições climáticas mudam diariamente. Clique aqui para ver o mapa das trilhas.

Algumas trilhas interessantes:

  • Kukui Trail: essa é uma trilha para caminhantes experientes e que estão preparadas para enfrentar o desafio. Ela desce até o Waimea Canyon e o rio Waimea.
  • Awaʻawapuhi Trail: moderadamente desafiadora, começa com uma descida pela floresta. Você terá vista para o vale Nualolo e o vale Awa awapuhi. A caminhada leva você para baixo em uma mudança de elevação íngreme, e o caminho de volta é desafiador.
Awaʻawapuhi Trail
  • Clif Trail: uma curta caminhada fácil até um mirante, proporcionando uma vista magnífica do cânion. Também acessa a Canyon Trail.
  • Canyon Trail: de nível moderado, essa trilha se ramifica na Cliff Trail e leva até a Waipo’o Falls. Começa na parte de trás do estacionamento da Mirante Pu’u Hinahina e termina no Mirante Kumuwela, que oferece uma vista esplêndida da ilha. 
  • Pihea Trail: começando no mirante Puu o Kila, essa trilha é uma boa introdução ao Pântano Alakai. Contorna o Kalalau Valley, passando por floresta de árvores e outras vegetações nativas. Após 3 km na trilha, você chegará a uma junção entre a Pihea Trail e a Alakai Swamp Trail.
  • Alakai Swamp Trail: continua em uma bifurcação da Pihea Trail.  O mirante no final oferece vistas esplêndidas do Wainiha, de Hanalei Bay e de outros locais proeminentes ao longo da costa norte.
Pihea Trail para Alakai Swamp
  • Nuʻalolo Trail: depois de atravessar uma densa floresta repleta de árvores koa havaianas, você se encontra em um penhasco no meio da Costa Napali. Prepare-se para ficar maravilhado com a paisagem de tirar o fôlego. O caminho de retorno é o mais extenuante, pois você faz uma subida de grande altitude em uma curta distância.

Polihale State Park: é uma praia selvagem e isolada com vários quilômetros de extensão, em um cenário panorâmico, com uma linda vista das altas falésias da Nā Pali Coast. O parque fica a quilômetros de distância da cidade de Kekaha e só pode ser acessado por uma estrada mal sinalizada – por isso, priorize um veículo com tração nas quatro rodas, porque, se chover, a estrada fica intransitável para carros que não são 4×4.

Polihale State Park

RESUMO FINAL

O Kauai tem diferentes atrações para curtir, e deu pra perceber que a natureza predomina na ilha, diferente de outros lugares com cidades grandes e atrações modernas. A ilha é ideal para todos os tipos de visitantes, mas quem ama ficar junto à natureza encontra aqui o seu destino ideal.

A Ilha do Kauai foi um dos lugares mais lindos que já vimos na vida! Cada espaço que você visitar está repleto do clima havaiano, seja em meio à natureza, seja estabelecimentos simples e bem cuidados. Além da sua beleza natural, as cidades são bem conservadas, com um charme a mais e um clima que traz uma mistura de curiosidade e vontade de querer ver tudo.

Por mais que a ilha não seja grande, tente sempre sair cedo para visitar os principais pontos turísticos. Isso vai ajudar a otimizar o tempo, principalmente se você tiver poucos dias de viagem e evitar aglomerações.

Enfim, o Kauai foi literalmente um cartão de visitas de ouro para nós do Hawaii. Ficamos muito apaixonados por tudo, especialmente pela beleza da Na Pali Coast. Sempre que der, dê uma parada nas cidadezinhas para ver as lojas – tem muita coisa interessante que de dentro do carro não conseguimos ver.

Kauai, nós te amamos, e sentimos saudades!


Se quiser saber mais sobre o Kauai, não deixe de dar uma olhada nos nossos outros posts:

E não se esqueça de acompanhar as nossas viagens pelo instagram @rodsnaideia e dar um like na página no facebook. Valeu e continue se ligando na ideia!

Confira nossas novidades

Para receber promoções e viagens, e novidades, deixe seu email aqui.
Você só vai receber coisas realmente relevantes!

Pin It on Pinterest

Share This