Se você, assim como nós adora viajar e conhecer lugares e culturas diferentes da nossa, então se liga nessa ideia!

Quem enviou esse texto, foi a Analise. Uma seguidora do Blog que foi passar alguns dias visitando o Marrocos.

Viajando para o Marrocos

Montanhas no Marrocos

Viajar sozinha é sempre um desafio, mas já se imaginou sozinho em um País Islâmico? Eu com total certeza já, mas ainda não tive a coragem para esta aventura! Hahaha. Como meus amigos, assim como eu, são loucos por viagens, encontrei dois amigos que decidiram no final de 2016 ir visitar à África e, como não sou boba, me infiltrei logo nesta viagem.

E como é para uma mulher a experiência neste país tão diferente culturalmente do nosso?

Chegamos em Marrakesh a noite, deixamos nossas coisas no hotel e decidimos sair para comer, a primeira impressão nas ruas estreitas da medina é que a qualquer momento alguém vai nos sequestrar, mas logo a paranoia passa e começa a admirar a paisagem. Como eu fugia bem do padrão deles, sofri muito assédio, me chamavam o tempo todo querendo me vender algo ou mostrar um restaurante. Ser visivelmente um turista não é algo muito agradável, mas nada insuportável, mas valeu a pena, a comida lá realmente é muito boa

Jantando em Marrakesh
Jantando em Marrakesh

No outro dia acordamos cedo e fomos em direção as dunas do deserto do Saara, no interior do país. A viagem até as dunas duraram dois dias, com paradas para comer e dormir, e foi tranquila, nosso guia era ótimo e me senti muito a vontade no interior do país, diferente do assédio da primeira noite, paramos até para assistir um jogo do Real Madri e Barcelona, apesar de sermos as únicas mulheres no “bar” (eles não bebem bebidas alcoolicas), foi tranquilo, mas não me arriscaria sem o guia e o nosso amigo.

Paisagens no Marrocos

Chegando as dunas, deixamos nossas coisas em nosso hotel e fomos de camelo até um acampamento onde passamos a noite. Nosso guia pediu para sempre que se afastasse do grupo chamar nosso amigo para nos acompanhar. Com medo de ser sequestrada seguimos a risca, mas vimos várias alemãs entrando e saindo do acampamento e foi bem tranquilo, mas o deserto é um deserto e mesmo se eu voltar um dia, eu não me arriscaria!

Deserto do Saara

De toda essa experiência chegamos a pergunta que não quer calar: é seguro uma mulher viajar sozinha para países islâmicos?

Como só conheci o Marrocos posso dizer que foi muito tranquilo, nos incomodou muito mais as crianças pedindo dinheiro a nosso amigo e as pessoas empurrando cobras e macacos em cima de nós para fotos que o os homens nos chamando nas ruas de Marrakesh. Também não senti nada fora do normal, mas se caso não se sentir segura o suficiente os guias locais são ótimos e o nosso em especial foi incrível, atencioso e mega gente boa, indico ele com total certeza!

Pôr so sol no deserto

Se você tem vontade de conhecer o Marrocos eu te digo, vá! Sozinha, acompanhada, só entre amigas, de qualquer maneira, a paisagem é linda, e a moeda barata.

Para a caminho do deserto
Uma boa turistada no Marrocos rsrs

Vale lembrar a vocês que sofri mais com a cara de turista que meus amigos, minha amiga em especial não sentiu tanto já que seu biotipo físico não era tão diferente pra eles, mas de qualquer forma, a viajem foi sensacional e entre pós e contra, acho que vale muito mais a pena e tem muito mais coisas boas que ruins neste país.

Se liga na ideia

Pin It on Pinterest

Share This