Quando estávamos organizando a viagem, ouvimos muitas pessoas falar que não valia à pena ir pra Cidade do Panamá, que lá não tinha muita coisa para fazer.

Mas como nós queríamos conhecer San Blas, resolvemos dar uma passada rápida, ficamos apenas três dias e admito que gostaríamos de ter ficado mais.

Achamos uma cidade muito bonita, e bem diferente do que pensávamos. Tem a parte antiga, com muita história e a parte nova, muito moderna com prédios gigantes (arranha céus), nos surpreendemos demais.

Cidade do Panamá

TÓPICOS: 

  1. INFORMAÇÕES GERAIS
  2. DICAS;
  3. NOSSA EXPERIENCIA;
  4. ONDE SE HOSPEDAR
  5. O QUE FAZER/PASSEIOS
  6. ONDE COMER
  7. O QUE FAZER A NOITE
  8. O QUE LEVAR DE LEMBRANÇA
  9. CONSIDERAÇÕES FINAIS

1. INFORMAÇÕES GERAIS

A Cidade do Panamá fica na América Central, o idioma oficial é o espanhol e o fuso horário é -2h em relação a Brasília, desconsiderando o horário de verão.

A moeda oficial é Balboa, mas não existem mais notas impressas, somente moedas. A moeda local é dolarizada, ou seja, tem valor equivalente ao dólar, sendo este aceito em todos os lugares.

É um país tropical, e costuma chover bastante por lá, por isso recomendo ir na época mais seca que vai de dezembro a abril. Nós fomos em março de 2018 e o tempo estava muito agradável, com bastante sol.

O Aeroporto de Tocumen (PTY) é o principal aeroporto do Panamá e é conhecido como HUB das américas. A Copa Airlines é a melhor opção, pois tem voos diretos do Brasil. A Viagem dura de 6-7 horas.

Do aeroporto ao seu hotel recomendo pegar um Uber, que funciona muito bem, ou você pode contratar um transfer. Alugar um carro também é uma opção, pois parece ser bem tranquilo dirigir por lá.

Não é necessário visto para entrar no Panamá, somente passaporte com validade de no mínimo três meses, porém é obrigatória a carteirinha de vacinação internacional. Para maiores informações: http://portal.anvisa.gov.br/certificado-internacional-de-vacinacao-ou-profilaxia

2. DICAS

  • Hospede-se nos arredores da Avenida Balboa, no centro moderno da cidade.
  • Utilize Uber ao invés de Taxi
  • Não deixe de visitar os principais pontos turísticos: Canal do Panamá, Calçada do Amador, Cinta Costeira e Casco Viejo
  • Tome uma cerveja Balboa (local e tradicional) apreciando a vista cidade. Um bom local para fazer isso é no bar Bits, que fica no topo do Hard Rock Hotel (um dos edifícios mais altos da cidade).
  • Reserve um dia para conhecer as Ilhas de San Blas, vale muito a pena!
  • Existem cartões de desconto em alguns shoppings da cidade, inclusive no Multiplaza. É só mostrar seu passaporte no centro de informações do shopping e pedir.
  • Os preços dos produtos na etiqueta apresentam o valor bruto, sem o acréscimo de 7% que é o valor do imposto, ou seja, sempre calcule antes de comprar algo para não estranhar o valor na hora que for pagar.
  • É proibido tirar fotos nos Cassinos.
Cerveja Balboa

 

3. NOSSA EXPERIÊNCIA

O Panamá é escala para diversos destinos da América Central, e foi por esse motivo que decidimos inclui-lo na nossa viagem.

Adoramos a cidade, achamos muito estilo América do norte. Sabe aquela coisa de farmácias gigantes que tem tudo, grandes supermercados, fast-food e etc.!?

Chegando ao aeroporto já ficamos surpresos com o tanto de corredores e lojas, ainda mais que tínhamos acabado de sair do aeroporto de Cuba, que não tem absolutamente nada.

Pedimos um Uber para nos levar do aeroporto até o nosso hotel. O trajeto levou um pouco mais de 30 minutos. Aliás está é uma dica valiosa que recebi de uma amiga que mora lá. Isto evitará surpresas na hora de pagar, já que lá os táxis não têm taxímetro. O valor cobrado é definido pelo próprio taxista, que podem tirar vantagem dos turistas. Se mesmo assim preferir pegar táxi, a sugestão é negociar o valor antes da corrida.

Nossa primeira impressão da cidade foi muito boa, principalmente quando nos aproximamos da região central, os incríveis arranha céus nos deixaram de boca aberta e querendo bater fotos sem parar.

Escolhemos um hotel localizado na região central da cidade, em um bairro chamado Marbella, o que foi uma ótima escolha, pois de lá conseguimos fazer muitas coisas a pé.

Após o check-in, deixamos as malas no quarto e resolvemos andar para conhecer a região. Fomos atrás de um shopping para almoçar, a pé chegamos ao Multicenter que tem um anexo ao Hard Rock, andando vimos que não tinha muitas opções e resolvemos ir para o Multiplaza, que é um dos melhores shoppings da Cidade, com diversas lojas de grife e restaurantes. Almoçamos e andamos pelo shopping, na sequencia fomos até um supermercado, comprar algumas coisas para ir para San Blas no dia seguinte.

Voltamos para o hotel, arrumamos as coisas e fomos à noite no bairro Casco Viejo, que nos falaram que era muito charmoso e com restaurantes bons para comer. A intenção era ir ao Lazotea, um restaurante no rooftop de um hotel, porém ao chegar lá, o mesmo estava fechado, então resolvemos ir no restaurante na parte de baixo do mesmo hotel chamado Santa Rita, e depois fomos conhecer o cassino do nosso hotel.

No dia seguinte era o dia do passeio para San Blas. Às 5h30 da manhã o carro da agencia que fechamos passou para nos buscar. Fizemos todo o caminho de serra, que durou cerca de duas horas, até chegarmos no ponto que pegamos o barco até a ilha que reservamos. Uma dica é leve coisas que você vai poder molhar, e dormir na ilha é bem legal pela questão cultural, mas o valor é muito alto para o que oferece.

Não demos muita sorte, pois pegamos o tempo bem nublado e um pouco de chuva, mas o passeio foi bem legal, e as ilhas são realmente lindas demais. Após dormir um dia na cabana, no dia seguinte pegamos o barco cedinho, e voltamos para a cidade.

Chegando na cidade, fomos conhecer o famoso Canal do Panamá, de lá resolvemos ir para Causeway de Amador, que é um lugar animal, construído através das pedras retiradas na construção do Canal do Panamá. Lá existem espaços para pratica de esportes e diversas opções de entretenimento, incluindo o Biomuseo.

Após andarmos bastante por lá e almoçamos, demos uma passadinha no dutyfree (lembrando que é necessário estar com o passaporte para poder comprar). Para ir embora pegamos um taxi, não conseguimos achar uber.

De noite fomos até o bar no topo do Hotel Hard Rock, o Bits, que tem uma vista sensacional da cidade, após tomarmos umas cervejinhas, acabamos finalizamos nossa noite, no Hard Rock restaurante dentro do shopping Multicenter.

4. ONDE SE HOSPEDAR

Em nossa opinião, a melhor região para se ficar hospedado é perto da Avenida Balboa, entre os bairros Marbella, Bella Vista e Obarrio, localizados no centro moderno e comercial da cidade. É uma zona cheia de hotéis, prédios, shoppings e restaurantes, com isso você consegue fazer muitas coisas a pé. Uma boa opção também é ficar hospedado perto do shopping Multiplaza.

O Sercotel Panama Princess foi o hotel que nos hospedamos. Fica no bairro Marbella, e pagamos em torno de U$60,00 a diária do quarto duplo, com café da manhã. O hotel tem uma vista sensacional, e assim como muitos outros, um cassino pequeno no térreo. O café da manhã também era bem servido e gostoso, além de o quarto ter uma linda vista.

Endereço: Calle 53, Marbella y Ave. 5A B Syr.

Sercotel Panama Princess – Area da piscina (foto retirada do Booking.com)
Um dos quartos do Sercotel Panama Princess (foto retirada do Booking.com)
Vista do Sercotel
Vista do quarto

Para reservar esse hotel clique AQUI.

Hard Rock Hotel Panama Megapolis – Localizado em anexo ao shopping Multicenter, o hotel é gigantesco, além de temático. Nele você encontra diversos restaurantes, bares e baladas. Sem dúvida uma das melhores opções para ficar.

Endereço: Avenida Balboa Boulevard Elhayek.

Piscina do Hard Rock Hotel Panama(foto retirada do Booking.com)
um dos quartos do Hard Rock Hotel Panama (foto retirada do Booking.com)

Para reservar esse hotel clique AQUI.

Ramada Plaza by Wyndham Panama Punta Pacifica – Fica próximo ao shopping Multiplaza. Minha irmã se hospedou lá e gostou bastante. Os quartos são grandes, o serviço é bom e a localização é ótima. O café da manhã era bastante farto.

Endereço: Via Israel y Calle 71, San Francisco.

Ramada Plaza Punta Pacifica área de fora (foto retirada do Booking.com)
Um dos quartos do Ramada Plaza (foto retirada do Booking.com)

Para reservar esse hotel clique AQUI.

Hostel El Machico – Muito bem localizado, é um dos mais procurados pelos mochileiros gringos. Tem uma boa infraestrutura, além de uma piscina. A agência que fechamos o passeio para San Blas fica lá. O hostel também conta com um sistema para os seus hóspedes alugarem bikes e passear na cidade.

Endereço: Avenida 5a B Sur, Casa #2, Marbella.

Hostel El Machico (foto retirada do Booking.com)
Um dos quartos compartilhados do Hostel El Machico (foto retirada do Booking.com)

Se você quiser reservar esse hostel, clique AQUI.

Outras boas recomendações de acomodações na cidade moderna: Hotel Las Americas Golden Tower Panamá, W Panama e Eurostars Panama City.

Outra opção é se hospedar em Casco Viejo, onde fica o centro histórico, e tem diversos restaurantes e barzinhos. Não tem grandes hotéis, e sim algumas opções de hostels e hotéis boutique. Achamos que vale mais a pena ficar no centro moderno, e só visitar essa região. Mas para quem se interessar, as sugestões são:

La Concordia – Boutique Hotel: Uma opção mais luxuosa, com uma bela decoração e uma linda vista, e as diárias contam com café da manhã.

Endereço: Ave Central & Calle A & Calle B.

Hotel La Concordia (foto retirada do Booking.com)
Um dos quartos do La Concordia (foto retirada do Booking.com)

Outra opção mais arrumadinha no centro antigo é o American Trade Hotel, um hotel antigo com uma linda faixada, localizado perto da Igreja de São Francisco. Ele conta com um restaurante e um bar de jazz.

Endereço: Av Central – Plaza Herrera

American Trade Hotel (foto retirada do Booking.com)
Um dos quartos do American Trade Hotel (foto retirada do Booking.com)

Um hotel mais descolado e com tarifas melhores no centro antigo, seria o Tantalo Hotel e Kitchen,um hotel boutique bem legal e simples, que conta com um restaurante e um bar no topo.

Endereço: Calle 8 Este con, Av. B.

A frente do Hotel Tantalo (foto retirada do Booking.com)
Um dos quartos do Tantalo Hotel (foto retirada do Booking.com)

Para reservar esse hotel, clique AQUI.

Magnolia Inn: O hotel fica em uma mansão colonial estilo francês, recém renovada. Ele é uma mistura de hostel com hotel, com boas tarifas e ótima localização, e conta com terraço e área para refeições e cozinha.

Endereço: 8-18 Calle 8 y Calle Boquete

Magnolia Inn por Ron Reiring (Flickr)
Um dos quartos do Magnolia Inn (foto retirada do Booking.com)

Uma outra opção para os que querem economizar é o hostel Luna’s Castle, lugar bem simples que também tem um barzinho.

Endereço: Calle 9na Este 3-28.

A frente do Luna´s Castle (foto retirada do Booking.com)
Um dos quartos do Hostel Luna´s Castle (foto retirada do Booking.com)

Para reservar esse hostel clique AQUI.

Outras boas opções de acomodações em Casco Viejo:
Hotel Casa Panamá, Central Hotel Panama e
Selina Casco Viejo Panama City.

5. O QUE FAZER/PASSEIOS

O principal deles, e mais conhecido é o Canal do Panamá, que fica um pouco mais afastado do centro. No Canal do Panamá você não encontrará um lugar maravilhoso, mas sim admirará uma das principais obras de engenharia do mundo. O canal tem extensão de 77,1 km e conecta dois oceanos: atlântico e pacifico, compensando a diferença de altitude.

Antes da construção do Canal era necessário dar a volta na America do Sul (aproximadamente 15 mil km), com isso dá para entender como sua construção foi importante e facilitou o comercio marítimo internacional.

O canal possui 3 eclusas (Pedro Miguel, Miraflores e Gatún), sendo a mais conhecida e visitada a de Miraflores. Lá tem um centro para visitantes e o valor da entrada é U$20,00 por pessoa (ref marco/2018).

A entrada inclui acesso ao mirante para visualizar a passagem dos navios, um filme sobre a história da construção do canal (duração aproximada de 15 minutos) e visita ao museu. Além disso, tem cafeteria, restaurante e uma lojinha.

Particularmente achamos o filme um pouco sem graça e dispensável a visita. O museu tem bastante informação sobre o local e a sua construção, mas o mais interessante foi ver a eclusa funcionando. Aguardamos 30 minutos no mirante, que estava lotado, para vê-la em funcionamento.

Para mais informações: https://visitcanaldepanama.com/en/centro-de-visitantes-de-miraflores/

Canal do Panamá
Canal do Panamá
Eclusa Miraflores
Canal do Panamá
Canal do Panamá

Um lugar imperdível é a Calçada de Amador (Causeway Amador), que é basicamente uma estrada que construíram com as pedras tiradas da obra do Canal do Panamá, que liga a quatro pequenas ilhas (Naos, Perico, Culebra e Flamenco), repleta de bares, restaurantes, marina e um duty free.

Vale a pena você ir de uber ou ônibus hop on hop off e conhecer tudo. As ilhas Perico e Flamenco tem mais opções de comercio. A vista é linda, um lugar muito agradável para caminhar.

Calçada de Amador
Calçada de Amador
Causeway Amador por jurgen.proschinger (Flickr)
Calçada de Amador

No Calçadão de Amador também fica o Biomuseu, um lugar todo colorido, com uma arquitetura diferenciada, e dedicado a história natural do Panamá e seu impacto na biodiversidade do planeta.

Mesmo que decida não visita-lo, passe na frente para ver o edifício que ocupa em torno de quatro mil metros quadrados e tem uma arquitetura muito interessante e colorida. Além disto, é o único edifício na América do Sul projetado por Frank Gehry.

Biomuseu
Biomuseu
Biomuseu ao fundo

Outro lugar para se conhecer é o bairro Casco Viejo, conhecido também como Casco Antiguo, é o centro histórico da Cidade repleto de história, construções coloniais e algumas ruínas. É considerado patrimônio histórico pela Unesco.

Conta com muitas praças, lojas, igrejas, bares e restaurantes. Um lugar muito gostoso e charmoso para um passeio. Sugiro ir ao entardecer e aproveitar para jantar por lá.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 45960867_1968469139910875_1508320547883188224_n-1024x768.jpg
Casco Viejo

Vale andar e conhecer o Paseo Esteban Huertas, que é um túnel de flores, com várias barracas de artesanato, que te leva a uma vista linda do centro moderno da cidade.

Paseo Esteban Huertas por Adam Mizrahi (Flickr)

Um ótimo lugar para quem gosta de caminhar, ou andar de bicicleta é a Cinta Costeira, um calçadão a beira mar que liga vários pontos da cidade.

Cinta Costera por Pablo Gonzalez (Flickr)

Vale à pena dar uma olhada no Parque Quinto Centenário, de onde você consegue ter uma vista panorâmica da cidade e do atlântico.

Lá também fica o Mercado de Mariscos, repleto de pequenos restaurantes. É uma ótima pedida para quem gosta de ceviche/peixe fresco.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 41956111_1099237856901619_8340378807210868736_n-1024x433.jpg
Cinta Costera

A Cidade do Panamá também conta com os ônibus hop on hop off que param em diversos pontos principais da cidade e você pode descer e subir quantas vezes quiser. Penso ser uma boa alternativa para quem tem apenas um dia na cidade, já que faz um tour pelos pontos principais. Alguns pontos de parada: AlbrookMall, Miraflores, Causaway de amador e Casco Antiguo.

Para quem gosta de compras, existem alguns shoppings com preços muitos bons, entre eles o Allbrook Mall com mais de 400 lojas, e o Multiplaza, um pouco menor, com lojas mais de grife.

Uma opção para quem faz escala no aeroporto é o shopping Metromall que fica uns 15 minutos de carro do aeroporto.

Além de tudo no Panamá tem muitos supermercados e farmácias gigantes com diversos produtos que não temos no Brasil. E para quem gosta de uma boa cerveja, os supermercados têm rótulos do mundo todo com preços MUITO bons!

Letreiro Panamá
Letreiro Panamá no Causeway Amador

Por último, você não deve deixar de visitar as ilhas San Blas, que é um arquipélago com mais de 360 ilhas banhadas pelo mar do caribe.

A maior parte das ilhas não são habitadas, e pertencem aos índios Kuna, recomendo fechar o passeio com uma das várias agencias que oferecem, ou no seu hotel.

Você pode escolher se quer só passar o dia, se quer dormir em uma das cabanas, também existe a opção de ficar num veleiro. São diversas possibilidades e vale muito à pena conhecer esse paraíso.

Se você quer saber um pouco mais como foi nossa ida para San Blas, basta clicar AQUI.

San Blas – Isla Chichime

 

6. ONDE COMER

Como mencionado acima, adoramos o Santa Rita.É um restaurante aconchegante e muito gostoso. A proposta deles é juntar o “velho” com o “novo”, misturando a culinária espanhola (tapas) com a argentina (parrilla).

O ambiente tem uma luz baixa, e algumas velas, deixando o ambiente muito aconchegante. Tanto as entradas, como pratos principais foram muito bons.

Dentre as entradas provamos 3: bread with tomato, grilled Octopus with potatoes and mojo sauce e shrimps with garlic sauce. Todos estavam deliciosos, mas destaque para o polvo que estava sensacional, um dos melhores que já provamos.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é IMG_9391-1024x960.jpg
Tapas do Santa Rita
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 20190412_194454-1024x576.jpg
Tapas do Santa Rita

Eles também têm ótimas opções de cervejas, como a Blue Moon e uma ótima carta de drinks e vinhos. Além disso, o gerente do local foi até nossa mesa perguntar como estava a comida e ainda falou um pouco do Brasil, foi bem bacana! É um lugar que super recomendamos.

Por ser um restaurante pequeno, sugiro fazerem reserva. Não fizemos e mesmo chegando cedo (7:30) conseguimos lugar apenas no balcão.

Endereço: Avenida Eloy Alfaro y Calle 11.

Santa Rita
Cardápio do Santa Rita

Ouvimos falar muito bem também do Lazotea Rooftop, que tem uma vista linda do mar e skyline da cidade. Ideal para comer tapas e tomar uns bons drinks. Mas lembre-se antes de ir ligue no local perguntando se irá abrir, porque no Google dizia que estaria aberto, e quando chegamos estavam fechados. Ele fica no topo do mesmo prédio onde fica o Santa Rita.

Endereço: Avenida Eloy Alfaro y Calle 11.

Lazotea Rooftop. Foto retirada de Lazotea Rooftop

Um restaurante imperdível para quem gosta de comida peruana, é o Segundo Muelle. Não é barato, mas vale cada centavo. O local é muito agradável, atendimento atencioso e pratos deliciosos. A entradinha de chips de banana com molhinho é servida para todas as mesas.

Entrada de chips de banana do Segundo Muelle

Após a entrada, as nossas escolhas foram 2 ceviches, ambos muito bons. Para quem não é fã de ceviche, vale provar o Lomo saltado

Ceviche do Segundo Muelle

Tem duas unidades na cidade, sendo uma delas no rooftop da galeria Balboa boutiques e outra no bairro São Francisco.

Endereço: Calle Los Crisantemos con Calle 68, San Francisco. E
Av Balboa (Balboa Boutiques, 2o piso)

Segundo Muelle. Foto retirada de Segundo Muelle Panamá

Não podíamos deixar de conhecer e comer no Hard Rock Café. O local não é muito grande se compararmos com outras unidades, e fica localizado dentro do Shopping Multicenter, que faz “ligação” com o hotel do Hard Rock.

La o ambiente é todo estilizado, tocando muita música de qualidade. Acredito que às vezes deve ter uma banda, pois tinha um espacinho lá. Além disso, a diversidade de pratos, e de coisas para beber, como cerveja, drinks, limonadas, é enorme, então vale muito a pena!

Endereço: Boulevard El Hayek | Dentro do Multicenter Plaza

Hard Rock Café. Foto retirada de Hard Rock Cafe Panamá

Quando estávamos conhecendo a Calçada de Amador, paramos para comer em um árabe chamado Beirut, que fica perto do Duty Free, na Isla Perico. O lugar é enorme e com mesas bem de frente para o mar, o que deixa o ambiente bem gostoso.

La você pode alugar narguilés para acompanhar uma bebida, ou comer a deliciosa comida árabe do lugar. O preço foi bem justo e fomos muito bem atendidos.

Nota: pesquisando na internet vi que o restaurante da calçada fechou. Uma pena. Mas tem esse mesmo restaurante no centro moderno da cidade do lado do Marriot, na Calle Ricardo Arias. Para quem gosta de árabe, vale dar uma passada.

Vista do Restaurante Beirut

Lá na Calçada de Amador também tem vários outros restaurantes bons que nos sugeriram, como o Bucanero´s que é de frutos do mar, o italiano Alberto´s, e o de comida colombiana Leños & Carbón.

Bucanero´s na Isla Flamengo. Foto retirada de Bucanero´s

Claro que além desses restaurantes, você também pode comer nas praças de alimentação dos shoppings, que tem diversas opções. No Shopping Multiplaza, fomos no Ruby Tuesday, que é um restaurante americano, com limonadas e hambúrgueres gostosos! Mas lá também tem o japonês Benihana, o grego Kouzina, o chinês PF Changs, entre outros.

 

7. O QUE FAZER A NOITE

Achamos a cidade muito noturna. Com variedades de restaurantes, bares, baladas e muitos rooftops. Resumindo, muitas opções para quem gosta de curtir a noite.

Além de ter muitos cassinos, alguns gigantescos, outros mais modestos. Quase todos os hotéis têm seus próprios cassinos e vale dar uma passadinha para conhecer, mas CUIDADO, não tire fotos! Eu fiz isso, e não foi legal a reação do segurança.

Vista da cidade do Bits

No topo do hotel Hard Rock, existe um restaurante/terraço, chamado Bits Rooftop Lounge. A entrada é gratuita, porém os preços são bem mais caros do que normalmente. Mas o mais fascinante lá é a vista que você tem da cidade! Isso é surreal, e vale muito à pena! Nós fomos de noite, e estava rolando um DJ, tomamos uma cervejinha e ficamos aproveitando aquela vista.

Endereço: Boulevard El Hayek | 62th Floor Hard Rock Hotel Panama

Bits no Hard Rock. Foto retirada do site do Hard Rock

Outro rooftop bem famoso é o Panaviera Pool Bar, que fica no topo do Hotel Trump Ocean. Para entrar tem que pagar, e lá conta com diversos drinks e aperitivos.

Endereço: Calle Punta Colon | 66th Floor trump Ocean Club.

Vista do Panaviera Pool Bar. Foto retirada de Panaviera Pool Bar – Piso 66 del TRUMP Ocean Club

Em Casco Viejo tem o Tantalo Kitchen Rooftop que é um bar bem famosinho, no rooftop do Hotel Tântalo, e tem uma linda vista.

Endereço: Calle 8 Este con Avenida B.

Tantalo Rooftop. Foto retirada de Tantalo Hotel Kitchen Rooftop

Tem também a Casa Casco que é um lugar muito conhecido, com preços elevados. É um prédio com cinco andares. Os três primeiros andares são restaurantes (Mano de Tigre de comidas variadas, Nacion Sushi de comida asiática, e o Marulla de comida africana/caribenha), no quarto andar uma balada “Club Disco”, e no quinto andar um bar o “Terraza Rooftop”. Dizem que vale muito a pena conhecer, que o ambiente é demais.

Endereço: Calle 10 Este.

Casa Casco. Foto retirada de CasaCasco

Ali perto também tem o Relic Bar, que fica dentro do hostel Lunas Castle, que é um ponto de encontro dos mochileiros.

Endereço: Calle 9a Este.

Para quem gosta de cerveja, a indicação é a Cervejaria La Rana Dorada, com diversos tipos de cervejas artesanais e petiscos.

Endereço: Avenida Eloy Alfaro | Calle 11 Este.

Cerveceria La Rana Dorada. Foto tirada do site do local

Outra opção, ao lado da Casa Casco, é a Blue Moon TapHouse. Se você, como nós, é um apreciador da cerveja Blue Moon, vale a pena conhecer este local.

No primeiro andar funciona uma lojinha onde é possível comprar itens com o logo da cerveja (Ex: camisetas e copos). E no segundo andar tem dois ambientes, um interno (mais parecido com um restaurante/lounge) e um externo (mais descontraído/rooftop).

Além da cerveja / chopp tradicional, eles preparam também diversos drinks com a cerveja. O lugar fica cheio então é necessário reservar se você quiser uma mesa. Nós entramos para conhecer e tomamos drinks no bar da área externa.

Endereço: Casa Velasquez, Plaza Herrera.

Blue Moon TapHouse

8. O QUE LEVAR DE LEMBRANÇA

O souvenir típico é o Chapéu do Panamá, uma curiosidade é que apesar do nome, o tradicional chapéu do Panamá não é feito lá.

Ele é original do equador, porém se popularizou durante a construção do Canal do Panamá, já que vários trabalhadores e visitantes ilustres, de diversos países, o usavam. Com isso o chapéu foi associado ao Panamá e daí o nome.

Panama Hat por Dennis Tang (Flickr)

9. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Por mais que as pessoas falem que a Cidade do Panamá não tem muitos atrativos, e nem vale a pena, nós curtimos demais e queríamos ter ficado mais.

Achamos que lá tem muita coisa para se conhecer e uma vida noturna muito ativa. Além de ser o paraíso das compras, então se você gosta disso, prepare seu bolso.

Também achamos o povo Panamenho muito bacana, e em sua maioria gostam muito dos brasileiros.

Pretendemos voltar em breve, e ainda conhecer diversos outros lugares no País, como Bocas Del Toro, que dizem ser demais.

Espero que tenham gostado do post, e estejam motivados a viajar ainda mais.

E não se esqueça de acompanhar as minhas viagens pelo instagram @rodsnaideia e dar um like na minha página no facebook. Valeu e continue se ligando na ideia!

Clique AQUI para comprar o seu Chip Internacional e viajar tranquilo! Além de me ajudar! =)

Para ver ofertas de hotéis na cidade do Panamá, clique AQUI. ( Isso me ajuda também =D )

Pin It on Pinterest

Share This